Mercado enfrenta apagão de bezerros e bezerras

O Indicador Cepea do Bezerro mostra que a reposição está cada vez mais valorizada, pendendo a balança para a cria

Fonte portal DBO

A baixa disponibilidade de bezerros e bezerras, devido ao abate excessivo de fêmeas nos anos anteriores, continua provocando lacunas de oferta de animais jovens, emplacando forte trajetória de alta nos preços dos animais de reposição, informa a consultoria IHS Markit.

O Indicador Cepea do Bezerro (praça MS) alcançou o patamar de R$ 2.050 por animal, na quinta-feira (13/8), o que significa um forte avanço nominal de quase 60% sobre o preço registrado há um ano, de R$ 1.292, de acordo com dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

Neste contexto, mesmo com a firmeza nas cotações do boi gordo registrada ao longo das últimas semanas, os pecuaristas de recria e engorda ainda enfrentam dificuldades para fazer a recomposição dos plantéis, se posicionando comedidos nos negócios, observa a IHS Markit.

Além disso, os preços da ração operam em níveis firmes, guiados principalmente pela desvalorização cambial e os patamares mais altos dos grãos, o que também encarece a atividade de engorda.

  • Compartilhe:

© Copyright - Todos os direitos reservados - Acrioeste 2020