Luís Eduardo Magalhães recebe Fórum Regional do Sistema Plantio Direto do Oeste

Acontece em Luís Eduardo Magalhães, Oeste da Bahia, no próximo dia 29, o Fórum Regional do Sistema de Plantio Direto e Sustentabilidade do Oeste e o 19º Encontro Nacional do Sistema Nacional de Plantio Direto, sendo que será a primeira vez que o Encontro Nacional será realizado no Norte/Nordeste. O evento será realizado na sede da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), no Complexo da Bahia Farm Show.

Sob a organização da Aiba e da Federação Nacional do Sistema do Plantio Direto (Febradpd), e apoio de entidades do agronegócio, a exemplo da Associação Baiana de Pecuária (Acrioeste), o evento contará com uma grade de palestras que contempla painéis sobre Uso de biológicos; Rotação de culturas e plantas de coberturas; Carbono; Fitossanidade como fator de sustentabilidade, durante o Fórum, também ocorrerá o lançamento do 19º Encontro Nacional do Sistema do Plantio Direto na Palha, que será sediado pela primeira vez na Bahia, de 09 a 11de julho de 2024.

Direcionado a produtores rurais, acadêmicos, pesquisadores e representantes do setor agrícola, a programação do Fórum já tem presença confirmada do palestrante, Dr. Jucá Sá, do engenheiro agrônomo e presidente da Febrapdp, Jônadan Ma, o vice-presidente da federação e agricultor, Luiz Antônio Pradella, além de outros palestrantes de renome nacional.

De acordo com Luiz Pradella, o Sistema de Plantio Direto é baseado em três pilares: Rotação de cultura, solo coberto o ano inteiro e semeadura direta. “O sistema vem sendo desenvolvido a mais de 50 anos e teve seus primórdios no município de Rolândia, Norte do Paraná, passando posteriormente para a Região dos Campos Gerais, município de Ponta Grossa, também no Paraná. O SPD surgiu pela dificuldade encontrada pelos agricultores no revolvimento de solo, erosão pluvial e eólica, que em períodos de fortes chuvas acabava levando para os rios a parte mais ricas dos solos arados. Após muitas pesquisas e tentativas com erros e acertos, através de desenvolvimento de máquinas e equipamentos adequados, a técnica se desenvolveu e hoje está espalhada por várias regiões produtoras do país, ocupando milhões de hectares.

“Essa técnica tem se mostrado bastante eficiente para a região do Matopiba, que envolve os Estados de Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. Lavouras onde o plantio direto é utilizado, apresentam produtividade bem melhor e as plantas conseguem suportar por mais tempo os períodos de estiagem comuns nessas regiões”, concluiu Pradella, convidando os agricultores do Oeste da Bahia a participarem deste importante evento que acontecerá no Complexo da Bahia Farm Show, em Luís Eduardo Magalhães.

Já o pecuarista, diretor financeiro da Acrioeste e integrante da Cadeia Produtiva da Proteína Animal da Aiba, Mario Cezar Mascarenhas, o Plantio Direto tem se mostrado muito eficiente, principalmente em regiões com precipitação irregulares, como o se anuncia para o Nordeste em períodos de El Niño. “Esse ano, com o aquecimento das águas do Oceâno Pacífico, o clima chuvoso na região Nordeste deve ser bastante irregular, com concentração de altos volumes de chuvas em pequenos períodos de tempo e o plantio direto é uma técnica que ajuda a amenizar as perdas na produção agrícola, além de evitar a perda de solo por erosão, o que acaba assoriando nossas nascentes e rios. Participar de eventos como esse, ajuda o agropecuarista a dirimir quaisquer dúvidas sobre o assunto e aplicar essa tecnologia em suas fazendas”, disse o pecuarista.

Os interessados podem realizar as inscrições por meio do site https://plantiodireto.org.br/forum/22

Sistema Plantio Direto – Um dos assuntos mais debatidos na agricultura atual, o Sistema do Plantio Direto (SPD), o fórum busca promover discussões acerca dessa técnica sustentável que há mais de 50 anos é praticada no país, e que teve como um dos precursores, o alemão Hebert Bartz.

  • Compartilhe:

© Copyright - Todos os direitos reservados - Acrioeste 2023