‘Inseminação artificial em bovinos representa 1% do custo e pode retornar muito mais’

O presidente da Asbia destacou as vantagens da utilização dessa tecnologia, onde a coleta cresceu mais de 100% neste ano

Fonte Canal Rural

O mercado de inseminação artificial aproveita o bom momento da pecuária para alcançar resultados expressivos, neste primeiro semestre de 2021. A coleta de sêmen bovino no brasil cresceu mais de 100%, neste período, segundo a Associação Brasileira de Inseminação Artificial (Asbia).

O presidente da Asbia Márcio Nery, destacou três vantagens com o uso de inseminação artificial na pecuária. “É uma tecnologia que custa menos de 1% do custo da arroba do boi ou do litro de leite e dá um retorno muito maior. Depois, esse é um insumo permanente, uma vez colocado, ele vai gerar genes de qualidade, atuando não só no aumento da produtividade, mas redução de custos”, destaca.

Ainda segundo o presidente da Asbia, a demanda por inseminação artificial seguirá elevada, com alta de 36% nas exportações no primeiro semestre deste ano. “Vamos chegar a uma demanda de 30 milhões de doses em 2021. No entanto, o uso é muito sazonal. A partir de setembro temos a safra da IATF na estação de monta de corte, que consome todo o produto em cinco meses. Posso dizer que as nossas centrais estarão preparadas para atender a demanda dos produtores.

  • Compartilhe:

© Copyright - Todos os direitos reservados - Acrioeste 2021