II Leilão Leite Oeste Bahia ultrapassa R$ 380 mil em negócios

O II Leilão Leite Oeste Bahia realizado na noite de ontem, 20, no tathersal do Parque de Exposição Engenheiro Geraldo Rocha, em Barreiras, comercializou mais de 380 mil reais em novilhas e vacas em lactação, fechando com chave de ouro o II Encontro da Cadeia Produtiva do Leite do Oeste da Bahia, que teve início no último dia 19, no auditório da Uneb.

Transmitido ao vivo pelo Canal do Boi, o evento obteve, em quase sua integralidade, lances de outras regiões da Bahia e de outros estados, a exemplo de Sergipe e Piauí. Laticinistas do Oeste da Bahia marcaram presença e conferiram de perto a qualidade dos animais ofertados.

Ao centro, o pecuarista Antonio Balbino demonstrava contentamento com o sucesso do II Leilão Leite Oeste Bahia

Segundo o pecuarista Antonio Balbino de Carvalho Neto, grande responsável pela oferta de novilhas prenhas e vacas paridas em lactação, produtos de fertilização In Vitro das raças Girolando e Guzolando, a busca por esse tipo de animais por parte de pecuaristas de outros estados e de criadores com propriedades fora da região Oeste da Bahia, deve-se muito por que eles já trabalham e conhecem o potencial produtivos dessas raças.

“Acredito que aos poucos os criadores do Oeste da Bahia vão perceber que para obterem lucros nessa atividade terão que ter em seus planteis animais com genética superior, filhas de vacas e touros que estão no topo do ranking em produção leiteira. Aos poucos a cadeia produtiva do leite no Oeste vai se consolidando e com isso os rebanhos tendem a melhorar”, concluiu o pecuarista.

  • Compartilhe:

© Copyright - Todos os direitos reservados - Acrioeste 2020