Gestão: de cada dez pecuaristas, apenas um lucra acima de R$ 800,00 ha/ano

Produção da maior quantidade de arrobas em pastagens bem manejadas e estratégia para entressafra são os fatores que mandam no jogo


Fonte Giro do Boi

No Giro do Boi desta segunda-feira, 09, em uma série de entrevistas especiais em comemoração aos 24 anos do Canal Rural, o programa conversou com o zootecnista, mestre em produção animal e diretor do Instituto Inttegra, Antonio Chaker. O tema “gestão” é um dos principais pilares dos avanços recentes da pecuária de corte nacional, e o Benchmarking realizado pela instituição nas últimas oito safras, se tornou uma das principais referências ao revelarem fatores responsáveis para o aumento da produtividade e da rentabilidade das fazendas brasileiras. O último levantamento de dados da safra 2019/2020 acompanhou 447 fazendas, que representam um rebanho total de 1,5 milhão de cabeças, em todos os estados brasileiros, além de Paraguai, Bolívia e Colômbia.

Para o consultor, fazer gestão é acompanhar se está acontecendo, no dia a dia, aquilo que foi planejado para acontecer e, durante o percurso, decisões de tomadas de atitudes para correção. “Fazer gestão é pensar antes de fazer”. Destacou ainda a relevância da “informação de qualidade” na gestão de uma propriedade. “É por isso que menos de 9% das fazendas ganham mais de R$ 800,00 ha/ano, e 55% ganham menos que R$ 200 reais” revelou.

Como primeiro passo na direção da lucratividade desejada, o consultor aponta a identificação do potencial de lucro da atividade. “Deve ser 4% do que vale a propriedade, ou, no caso de arrendamento, 20% do que vale o gado. A partir, daí precisa construir margem. Na cria precisa ser 35%, no caso do ciclo completo é 30% e na recria/engorda é de é 20%. Se eu sei o quanto eu tenho que ganhar, e sei o quanto eu posso gastar, aí eu vou ter que trabalhar”, especificou.

Chaker complementou dizendo que “as fazendas que mais ganham dinheiro, são as que produzem muitas arrobas, a maior parte em pastagens bem manejadas, de qualidade e com boa estratégia para a entressafra. É o que manda no resultado”, arrematou.

Vale lembrar que na semana passada o Giro do Boi começou a exibir a 3ª temporada do quadro “Dicas do Chaker”, trazendo as informações do Benchmarking 2019/20. Em cada encontro semanal as conclusões, números relevantes ao desempenho e à gestão das fazendas mais lucrativas.

  • Compartilhe:

© Copyright - Todos os direitos reservados - Acrioeste 2020