Cuidado, fogo no pasto “custa os olhos da cara”

Fonte Portal DBO

Neste episódio, confira o reforço do consultor Wagner Pires sobre os prejuízos causados pelo fogo nas pastagens. Depois da recomendação pelos aceiros, para evitar a propagação de fogo, ele vem com uma consideração sobre os prejuízos causados à pastagem das fazendas.

Pires fala sobre a palhada de proteção que precisa ser preservada e seus benefícios como protetora do solo. O consultor diz que em determinadas regiões do País – e cita o Centro-Oeste – ainda prevalece uma cultura da necessidade da queima das gramíneas para que ocorra uma rebrota vigorosa. Ele admite que as cinzas resultantes do fogo realmente dão vitalidade e faz com que a pastagem rebrote rapidamente, mas as perdas de nutrientes, e a compactação que o fogo provoca, são muito mais prejudiciais.

  • Compartilhe:

© Copyright - Todos os direitos reservados - Acrioeste 2020