Tradição e qualidade fortalecem o Leilão de Gado de Corte da Acrioeste durante a Bahia Farm Show

A edição 2019 do Leilão de Gado de Corte da Acrioeste realizado no último dia 31 de maio, no Tathersal da Bahia Farm Show, foi sucesso de público e comercialização de animais.

De acordo com os organizadores, os mais de 400 animais ofertados foram comercializados, totalizando mais de R$ 600,00 em vendas.

Promovido pela Associação de Criadores de Gado do Oeste da Bahia (Acrioeste) o leilão disponibilizou lotes de bezerros, bezerras, garrotes e novilhas da raça nelore e cruzados das raças angus e red angus e reuniu pecuaristas do Matopiba (área de abrangência que compreende os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia).

Segundo o presidente da Acrioeste, Mário Cesar Mascarenhas, a agricultura e pecuária devem andar juntas, e a presença do Leilão na Bahia Farm mostra isso. “O Leilão Bahia Farm Show tem um diferencial, porque não existe agricultura sem pecuária. Temos um período de seis meses de seca na região, época em que o agricultor pode investir no boi que, por sua vez, ainda ajuda a depositar nutrientes ao solo. Ele pode se tornar um pecuarista e ainda lucrar vendendo a carne na entressafra”, analisou o presidente.

Uma novidade nesta edição do Leilão foi apresentada pelo pecuarista Ademar Juliani que mostrou aos criadores o gado da raça, Droughtmaster (Mestre da Seca), trazida ao Brasil, em 2011, por iniciativa dele. “Eu conheci essa raça em uma viagem à Austrália no período de seca, como é uma variedade resistente às altas temperaturas inclusive para o cruzamento com o Nelore, fizemos a inseminação em barrigas de aluguel no Uruguai e depois trouxemos para cá. A expectativa é iniciar a comercialização, em novembro deste ano”, disse.

O leilão também foi marcado pela assinatura do termo simbólico de doação de dois veículos e dois drones, feita pelo Fundo de Apoio à Pecuária do Estado da Bahia (Fundap) à Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) para intensificar as fiscalizações nas fronteiras da região com outros estados, onde foram registrados casos de peste suína clássica. Ainda durante a Bahia Farm Show outro convênio, com a mesmo propósito, de intensificar ações para controle da doença, foi firmado entre a Secretaria de Agricultura da Bahia, por meio da Adab, com a Associação dos Produtores de Algodão da Bahia (Abapa).

  • Compartilhe:

© Copyright - Todos os direitos reservados - Acrioeste 2019