Parceria entre Acrioeste e Assocon realiza segunda etapa da Escola de Pecuária Intensiva em Barreiras

 

Ascom Acrioeste

Uma parceria entre a Associação dos Criadores de Gado do Oeste da Bahia (Acrioeste) e a Associação Nacional da Pecuária Intensiva (Assocon) trouxe para Barreiras a segunda etapa da Escola de Pecuária Intensiva.

O curso, que acontece hoje, 23 e amanhã, 24, no Auditório II Campus Reitor Edgard Santos (Rua da Prainha, 1326 – Morada Nobre), das 8h às 17h, tem por objetivo capacitar trabalhadores de propriedades de confinamento de gado, que podem, assim, executar melhor suas tarefas, contribuindo para agilidade dos processos, uso de boas práticas de produção, respeito ao bem-estar animal e redução de custos.

De acordo com Bruno de Jesus Andrade, gerente executivo da Assocon, geralmente a entidade realiza esse curso de acordo com as parcerias locais em regiões onde a pecuária de corte tem certa preponderância. “Barreiras é uma boa região para o desenvolvimento da pecuária de corte e temos bons parceiros, a exemplo da Acrioeste. É comum ocorrer nestes locais a dificuldade de difusão de informações técnicas, por isso estamos ofertando um curso que aborda várias temáticas, entre elas a atualização sobre manejo sanitário em bovinos de corte; técnica e manejo nutricional para confinamento; vantagens e utilização do semi-confinamento; instalação de cerca elétrica; manejo – identificação animal; seleção de animais para engorda; suplementação na seca/produção a pasto e qualidade de mistura da dieta”, comentou Bruno, ressaltando que o intuito é trazer novos conhecimentos sobre a produção intensiva de bovinos de corte; incentivar a troca de informações entre os participantes e aumentar a interação na pecuária, bem como apresentar conceitos, tecnologias e inovações para a melhoria da produtividade.

Sobre a parceria com a Acrioeste, o gerente executivo da Assocon afirmou que a participação e a importância da Acrioeste é fundamental no sucesso do curso. “A Acrioeste tem uma força e uma representatividade muito grande na região e consegue trazer um público de criadores, gerentes e funcionários de fazendas, além de estudantes da área, tornando as palestras bastantes interessantes”, concluiu Bruno Andrade.

Acadêmicos do curso de Zootecnia da Universidade Federal do Piauí, Campus da cidade de Bom Jesus, percorreram 470 quilômetros para participar dos dois dias de curso

 

  • Compartilhe:

© Copyright - Todos os direitos reservados - Acrioeste 2018