Leilão Acrioeste supera expectativas e comercializa 100% dos animais ofertados

O Leilão Acrioeste realizado no último sábado, 10, no tathersal do Parque de Exposição Engenheiro Geraldo Rocha, em Barreiras, superou a expectativa dos organizadores e dos criadores que disponibilizaram seus animais para a comercialização.

Foram ofertados 722 animais, entre bezerros, bezerras, novilhas, touros e matrizes da raça Nelore e cruzados entre Nelore\Angus e Nelore\Hereford.

De acordo com os organizadores, 17 compradores ofertaram lances, sendo sete deles pela primeira vez. Isso comprova que a data escolhida pela Acrioeste atendeu o anseio de compradores e vendedores e atingiu a marca de R$ 1.100.000,00 em negócios.

Geralmente nessa época aconteciam os Leilões da Acrioeste dentro da Exposição Agropecuária de Barreiras, mas desde que deixou de existir em 2017, ficou uma lacuna em aberto.

Para Mario Mascarenhas, presidente da Acrioeste, a avaliação foi altamente positiva. “O mercado vem sinalizando que a reposição de animais está carente. O rebanho foi reduzido em anos passados e a procura tem sido grande. É a lei da oferta e da procura. O mercado do boi gordo está bastante aquecido e uma coisa puxa a outra. Os lotes de bezerros e bezerras foram bem disputados e agradaram em cheio os vendedores”.

O pecuarista e vice-presidente da Acrioeste, Antonio Balbino de Carvalho Neto, ficou duplamente satisfeito. Ficou feliz como vendedor e como diretor da Acrioeste. “Os compradores e vendedores ficaram com um gostinho de ‘quero mais’. O mercado está buscando animais de reposição e o momento é muito interessante, uma vez que ainda existem, mesmo que em pequena escala, lotes de animais de cria sendo desmamados”, disse Balbino, lembrando que foram reunidos muitos criadores num evento presencial, com uma confraternização bem ao estilo dos pecuaristas, com uma churrascada de carnes variadas, sem a necessidade de outros fatores de atração que não sejam o próprio gado nos currais que puderam ser adquiridos de forma simples e direta.

Segundo Balbino, a Acrioeste conseguiu atrair para esse leilão muitos criadores que tiveram a condição de reunir num ambiente de confraternização e realizar negócios justos e diretos. “Esse é o modelo que pode e deve permanecer nesses ambientes, mostrando a força da pecuária como um dos fortes propulsores de nossa economia regional e que envolver a tantos agentes no âmbito comercial e técnico no Oeste da Bahia”, concluiu o pecuarista.

  • Compartilhe:

© Copyright - Todos os direitos reservados - Acrioeste 2019